Assine e receba a edição em casa

Vídeo Institucional

Cuiabá, Dezembro de 2017

Expediente Login
Almanaque Cuiabá
Informação privilegiada do ex-morador do bairro do Baú, Edgar Cassimiro da Silva (64). Ele é funcionário público, religioso e primo do cantor Roberto Lucialdo.

Veja com exclusividade detalhes sobre as históricas pontes existentes na Prainha

A atual avenida do CPA, trecho que compreende a rua Voluntários da Pátria até a Américo Salgado, já teve três pontes: Ponte de seo Xande, de João Gomes e Ponte da Confusão...

Banco de Dados/AC
Veja com exclusividade detalhes sobre as históricas pontes existentes na Prainha

PONTO DE SEO XANDE. Fazia ligação entre fundos da igreja Senhor dos Passos com as proximidades da então ferragista de seo Xande, bem na esquina antes de subir a ladeira da igreja São Benedito, onde funcionou a Elétrica Central e uma casa de embalagens.

Tamanho do Texto A+ A-

A primeira ponte (foto acima), que aqui vamos chamar de Ponte do Seo Xande, fazia ligação entre fundos da igreja Senhor dos Passos com as proximidades da então ferragista de seo Xande, bem na esquina antes de se chegar à igreja São Benedito, onde recentemente funcionou a Elétrica Central e uma casa de embalagens. Na época, aquela descida da atual avenida coronel Escolástico não existia. Seo Xande era um dos melhores no ramo de ferragens para cavalos, mas atendia também nas funções de veterinário, quando era preciso. Um de seus filhos é Gigi, que cantava no cine Teatro, no programa de calouros do apresentador Pedro Silva.

 

Veja com exclusividade detalhes sobre as históricas pontes existentes na Prainha

 A segunda ponte, (foto acima) era denominada de João Gomes, ligando o trecho do Beco Alto à rua dos Bandeirantes. Do lado direito no sentido CPA, a casa da esquina era residência da tradicional família Siqueira. Na empresa Arena Automóveis, que existe hoje , funcionou o colégio José Estêvão. Na outra extremidade da ponte é a casa do saudoso Caio de Albuquerque que na época foi comércio de João Gomes, daí a origem do nome da ponte. Na lanchonete Pingo de Ouro, próxima ao pregão Avenida funcionou o armazém do seo Hélio, dedicado comerciante da cidade.

 

... agora, a Ponte da Confusão!
A terceira ponte daquele trajeto era chamada de Ponte da Confusão (foto abaixo). Primeiro temos que abordar o cenário político para explicar a origem do nome 'Confusão':

ENTRAVES POLÍTICOS - Havia na época declarada guerra entre adversários políticos. O bairro Baú era reduto eleitoral do prefeito Garcia Neto, da UDN. O subdiretório da sigla ficava na casa do mestre Inácio, da banda Cecília, exatamente na casa que dá, hoje, fundos para o Instituto da Língua Inglesa. A legenda do prefeito tinha como contraponto o partido PSD, do governo João Ponce de Arruda.

LOCAL DA PONTE - Acontece que os moradores reivindicavam bravamente a construção de uma ponte ligando o reduto do córrego do General à então rua Vila Maria. Para ser mais preciso, a ponte saía quase em frente ao Hospital Ortopédico (onde funcionou o armazém do seo Ulisses e sede do time de futebol Vila Maria), e atravessava o córrego da prainha se estendendo até a rua Vila Maria. Hoje, o único acesso à vila é apenas por uma passarela entre o muro do grupo Uemura e as instalações da franquia Subway, onde era edificada a casa de seo João e de dona Glorinha, pais de Carlinhos, famoso colunista da cidade.

QUEDA DE BRAÇO - Voltando à ponte, o prefeito Garcia Neto atendeu a uma solicitação da comunidade e resolveu construir a obra, mas foi rechaçado pela comissão de Estradas de Rodagem do Estado. O governo do PSD resolveu reagir impedindo o prefeito de edificar a ponte. Chegou a despejar no local tombeiras de areia para capitalizar o feito. A briga estava montada.

Com reação imediata, Garcia Neto pediu apoio ao Exército para garantir a  execução da obra. Ao chegar, a tropa foi recebida com festa pelos moradores do Baú e bairros adjacentes. Finalmente, a ponte foi construída.

Hoje, já demolida, sobrou dela somente a lembrança da confusão que ficará para sempre em nossa memória.

 Veja com exclusividade detalhes sobre as históricas pontes existentes na Prainha

1 Atual Hospital Ortopédico - 2 Rua Américo Salgado - 3 Início da ponte - 4 Centro da ponte (Córrego da Prainha) - 5 Atual passarela para a rua Vila Maria - 6 Outro lado da ponte. Muro e sobrado do grupo Uemura e abrigo de ponto de ônibus - 7 Proximidades onde era a casa do colunista Carlinhos - 8 Franquia Subway - 9 Local onde morava seo Benedito, famoso marceneiro na cidade - 10 Avenida do CPA

 

VOLTAR AO TOPO

    Compartilhe

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Veja com exclusividade detalhes sobre as históricas pontes existentes na Prainha

Já temos 3 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Luciano Pedroso

Luciano Pedroso

Sou hisroriador e gostaria de ajudar nas temáticas tenho.muitas fotos de.Cuiabá no.meu escritório adoro ver nossa identidade pura de.cuiabano.

Meu fone com watts é 9226 2027
Estou a disposição
Do.grupo .
★★★★★DIA 26.10.16 21h53RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Roze Rodrigues

Roze Rodrigues

Sinto-me orgulhosa por ser Cuiabana, meu pai quando vivo mostrava pra nós filhos as raízes cuiabana, meus avôs moravam no bairro Araés , hoje enfrente aquela Igreja com a Doutrina sheixo no ie. Saudades de ouvir meu pai contando a história mato grossense.
★★★★★DIA 26.10.16 08h23RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Efezenio Rodrigues

Efezenio Rodrigues

EU ME LEMBRO DE TUDO ISSO EU ERA ENGRAXATE NA PRAÇA. LEMRO NA DE ANTONIO PETETE QUE SAUDADE DAQUELE TEMPO NAO TINHA ESSAS BANDIDAGEM DE HOJE.
★★★★★DIA 19.10.16 21h34RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/