Assine e receba a edição em casa

Vídeo Institucional

Cuiabá, Novembro de 2019

Expediente Login
Almanaque Cuiabá

Conhecendo o artista

Tamanho do Texto A+ A-

Régis Gomes nasceu no Araés, tradicional bairro cuiabano. A partir dos oito anos de idade começou a se aventurar no traço, criando seus personagens imaginários e inventando gibis, junto aos colegas de escola. É um artista autodidata, mas se interessa por adquirir conhecimentos a respeito da história da arte. 
Aos 16 anos participou pela primeira vez do Salão Jovem Arte Mato-grossense, e ingressou no Ateliê Livre, onde teve aulas coma a saudosa artista plástica Osvaldina dos Santos. Essa experiência foi importante para seu crescimento profissional. E sua arte saltou para além das telas, mostrando-se também em postes, paredes e fachadas em vários locais das cidades de Mato Grosso. 
Há intencionalidades nos detalhes de seus quadros, há evidências de contextos sociais e a utilização comedida de colagens, imprimindo materiais diferentes em suas pinturas. Pode se perceber, ainda, a utilização de uma linguagem que remete à criação a publicitária. 
Seus quadros refletem uma realidade com pequenas distorções, que se contrapõem com a marcante expressão dos personagens retratados, cujos rostos e gestos apresentam alegria, dinamismo e entrega verdadeira em suas ações manifestadoras. 
Régis sempre tem buscado  valorizar a cultura popular de outras regiões brasileiras, associando-a com as manifestações regionais. O conjunto dos trabalhos é uma temática que precisa ser levantada contra qualquer espécie de xenofobia. 
Ele esteve em Nova Iorque, nos Estados Unidos, com mais quatro artistas mato-grossenses, expor na Casa Brasil, o tema “As Cores do Pantanal”.

Régis é o primeiro artista plástico cuiabano a compor o Conselho Nacional de Cultura.

 

Fonte: tyrannusmelancholicus
VOLTAR AO TOPO

    Compartilhe

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter