Assine e receba a edição em casa

Vídeo Institucional

Cuiabá, Julho de 2019

Expediente Login
Almanaque Cuiabá

Tipos populares cuiabanos se eternizam no histórico e tradicional Morro da Luz

Tipos populares cuiabanos se eternizam no histórico e tradicional Morro da Luz

A denominação Morro da Luz é devido à pequena casa que existiu no morro e que abrigava a subestação da usina de Casca I, responsável pela distribuição da energia local, em 1928.

Este tradicional morro faz parte da formação da nossa cultura popular

O Morro da Luz, denominado Parque Antonio Pires de Campos, foi tombado como patrimônio histórico municipal, homenageando o filho do bandeirante Manoel de Campos Bicudo, um dos primeiros desbravadores desta terra.

Já a denominação Morro da Luz é devido à pequena casa que existiu no morro e que abrigava a subestação da usina de Casca I, responsável pela distribuição da energia local, em 1928.
Este tradicional morro faz parte da formação da nossa cultura popular, demonstrada nas placas identificadas por personagens que deram nome às trilhas e praças existentes ao longo do percurso do parque.

TRILHAS PERSONIFICADAS
Trilha Tufica: Costumava contar histórias às crianças que dirigiam-se ao Cine Teatro Cuiabá, onde era sempre encontrado, estendendo o seu chapéu ao pedir contribuições financeiras.

Trilha Mexidinha: fanático torcedor do Dom Bosco. Ia aos jogos fantasiado com as cores do clube (azul e branco) e costumava requebrar ao escutar o apelido.

Trilha Juvenal Capador: figura popular que quando chamado pelo apelido, se irritava e ameaçava as pessoas.
Trilha Plínio Rait: simpático garçom que se vestia de forma implacável. Costumava cumprimentar as pessoas com a expressão “ all rait “ (all right).

Trilha General Saco: Lunático que usava barbas longas, sempre trajando vestimenta militar. Corria atrás de quem o chamava por este apelido. Costumava se esconder quando ouvia barulho de avião por dizer que estava sendo perseguido de morte.

Trilha Maria perna grossa: famosa cartomante e benzedeira que tinha esse apelido por sofrer de elefantíase.

Trilha Chico Alicate: Lunático que criou uma mulher-fantasia em seu consciente de nome “Lourdes“ e costumava se deslocar para qualquer ponto da cidade quando recebia informações de que ‘ela’ estava em determinado local.

Trilha Guaporé: figura popular de pequena estatura que era sempre encontrada sentada à porta da antiga agência do banco do Brasil com um cigarro à boca (palheiro). Era guarda noturno do antigo hotel Pércora e costumava informar as moças sobre os aviadores viajantes que chegavam à cidade.

Trilha Maria Taquara: Vestia calça comprida, à época vestimenta raramente usada por mulheres. Sempre era vista equilibrando, além de trouxa de roupas, um feixe de lenha na cabeça.

Trilha Hélio Goiaba: Famoso compositor de músicas carnavalescas como “ quer tocar, toca”, “ oh, Rosa!” etc.

PRAÇAS PERSONIFICADAS:
Praça Zé bolo flor: compositor e cantor que exibia os seus shows em praças e feiras, para receber dinheiro.

Praça Cobra fumando: famoso cambista de loteria federal à época. Apresentava-se sempre com um cigarro no canto da boca oferecendo os seus bilhetes com os braços e mãos trêmulas, usando a expressão “ cobra veado”.

Praça Preta: Frequentava a praça Alencastro, onde alegrava as crianças ao cantar os “contos de roda”.

Praça Antonio Peteté: figura popular de pequena estatura e bastante religiosa, tendo sempre nas mãos, leque, terço e um livro de rezas.

    Compartilhe

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Tipos populares cuiabanos se eternizam no histórico e tradicional Morro da Luz

Enviando Comentário Fechar :/