Assine e receba a edição em casa

Vídeo Institucional

Cuiabá, Setembro de 2019

Expediente Login
Almanaque Cuiabá

Mariópolis, a Cidade que seria sede do Governo, mas que não passou de sonho de Mário Corrêa

Mariópolis, a Cidade que seria sede do Governo, mas que não passou de sonho de Mário Corrêa

Não é miragem e nem contos de fada. O ano era 1927, início do primeiro mandato do governo do presidente do Estado, Mário Corrêa da Costa.

A ideia de construir um local para transferir a sede da chefia do Estado para forçar o desenvolvimento ganhou simpatia, mas era grande demais para o seu tempo.

Este notável médico e político sonhou em fundar uma cidade que seria a então sede do Governo. Chegou a lançar a pedra fundamental, plantada no alto da Serra, em Chapada dos Guimarães. Em alusão ao seu nome, a tal cidade seria chamada de Mariópolis, ‘a cidade dos sonhos’.

A ideia de construir um local para transferir a sede da chefia do Estado para forçar o desenvolvimento ganhou simpatia, mas era grande demais para o seu tempo. Mário não conseguiu realizar o sonho, mas em sua homenagem o Mirante localizado no município de Chapada dos Guimarães levou o seu nome.

Já na década de 70, a tentativa em transferir a sede do Governo para outro ponto da cidade partiu de outro grande estadista, doutor José Fragelli, que por entender que o chefe número 1 do Estado não podia ficar mais confinado apenas na Praça Alencastro emplacou o gigante Centro Político e Administrativo, mais conhecido por CPA

    Compartilhe

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Mariópolis, a Cidade que seria sede do Governo, mas que não passou de sonho de Mário Corrêa

Enviando Comentário Fechar :/