Assine e receba a edição em casa

Vídeo Institucional

Cuiabá, Julho de 2019

Expediente Login
Almanaque Cuiabá

Maria de Arruda Müller

Arquivo/RDNews
Maria de Arruda Müller

Maria Müller foi a primeira mulher a entrar na Academia Mato-grossense de Letras (AML), em 1930.

Professora e poetiza, Maria Ponce de Arruda Müller nasceu em Cuiabá, no dia 9 de dezembro de 1898. Aos cinco anos ela já estava alfabetizada.

Filha do coronel João Pedro de Arruda e de Adelina Ponce de Arruda, e neta de Generoso Ponce, um dos políticos mais atuantes no século XIX. Foi casada com o primeiro interventor do estado, Júlio Strubing Müller.

Fundou em 1919 a primeira revista feminista mato-grossense, A Violeta. Criou o Abrigo dos Velhos e o das Crianças. Como escritora, publicou em 1972 o livro ‘Família Arruda’. Anos depois, em parceria com a amiga, musicista e poetiza Dunga Rodrigues, escreveu “Cuiabá ao longo de 100 anos”.

Maria Müller foi a primeira mulher a entrar na Academia Mato-grossense de Letras (AML), em 1930. Sua atuação rendeu-lhe uma outra importante homenagem: um dos colégios mais tradicionais de Cuiabá, o Liceu Cuiabano, foi rebatizado como Maria de Arruda Müller.
A professora morreu no dia 4 de dezembro de 2003 após sofrer um infarte na capital.

    Compartilhe

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Maria de Arruda Müller

Enviando Comentário Fechar :/