Assine e receba a edição em casa

Vídeo Institucional

Cuiabá, Novembro de 2019

Expediente Login
Almanaque Cuiabá

Estilo Francês que encantou a Cuiabá antiga ruiu em 1990 e deixou saudade

Estilo Francês que encantou a Cuiabá antiga ruiu em 1990 e deixou saudade

Quem sobe [ou desce] a Avenida Getúlio Vargas e se posta ante as atuais instalações da Lojas Riachuelo talvez nem imagina que ali ficava um dos mais belos e imponentes prédios de Cuiabá, dos anos 20.

Demolido em 1990, o prédio, que era de propriedade da família de Francisco (Chico) Jorge, abrigou o Hotel Esplanada até 1954.

Foi construído sob o conceito arquitetônico que inspirou edifícios semelhantes em São Luís (MA), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e Recife (PE), do estilo francês “art nouveau” [nova arte].

Demolido em 1990, o prédio, que era de propriedade da família de Francisco (Chico) Jorge, abrigou o Hotel Esplanada até 1954. Entre muitos ilustres, hospedou o político e escritor Monteiro Lobato. Ali também foi residência oficial do bispo dom José Antônio dos Reis, no século XIX, e antes de ser Hotel Esplanada o prédio foi sede do igualmente tradicional Hotel Universal, pertencente à família de Felipe Jorge, primo de Francisco.

Depois do fechamento do Esplanada,  o espaço foi ocupado, em 1945, pelo PSD, sigla do Partido da Social Democracia.  Na mesma década, foi definitivamente adaptado para funcionar o Centro América Hotel, de propriedade da família Affi, da matriarca Edna Affi, que dá o seu nome à Avenida das Torres. Esta história já foi contada, anteriormente, pelo Almanaque em edição anterior, mas quando chega dezembro a lembrança de sua fatídica demolição faz crescer a saudade de um dos mais belos cartões-postais da Cuiabá antiga.

    Compartilhe

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Estilo Francês que encantou a Cuiabá antiga ruiu em 1990 e deixou saudade

Enviando Comentário Fechar :/