Assine e receba a edição em casa

Vídeo Institucional

Cuiabá, Maio de 2019

Expediente Login
Almanaque Cuiabá

Conheça os ‘açougueiros de ponta de rua’ mais conhecidos da Cuiabá de ‘antigamente’

Almanaque Cuiabá
Conheça os ‘açougueiros de ponta de rua’ mais conhecidos da Cuiabá de ‘antigamente’

Antigo Matadouro Modelo (o Saladeiro). Foi instalado em 12 de junho de 1922. O Casarão localizava-se na barranca do Rio Cuiabá, à margem direita, pertencendo ao 3º Distrito de Cuiabá (Várzea Grande) de propriedade de Curvo e Irmãos

Não havia matadouro oficial até 1891, quando foi inaugurado o primeiro que pertenceu à firma Curvo & Irmãos, de Sinjão Curvo, Cipriano e outros irmãos.

 O profissional era conhecido como açougueiro de ponta de rua.

O fornecimento da carne nos comércios de Cuiabá era feito de forma rudimentar. O profissional era conhecido como açougueiro de ponta de rua. Não havia matadouro oficial até 1891, quando foi inaugurado o primeiro que pertenceu à firma Curvo & Irmãos, de Sinjão Curvo, Cipriano e outros irmãos.

Mesmo com o matadouro instalado oficialmente, a comercialização clandestina da carne ocorria naturalmente. Os açougueiros que abatiam o animal por conta própria ficavam nos bairros. Seo Luiz Soares, por exemplo, tinha seu açougue e curral no Areão.

Zé Demétrio, no Lava-pés. Seo Marcides, na Caridade. Totozinho, no Campo d'Ourique, e seo Generoso Malheiros, no Porto. O animal laçado era arrastado para uma árvore e ali mesmo era morto, esfolado e esquartejado. Os quartos eram transportados em carroças forradas de folhas verdes para os açougues. O preço era mais em conta e a procura era intensa.

    Compartilhe

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Conheça os ‘açougueiros de ponta de rua’ mais conhecidos da Cuiabá de ‘antigamente’

Enviando Comentário Fechar :/