Assine e receba a edição em casa

Vídeo Institucional

Cuiabá, Novembro de 2019

Expediente Login
Almanaque Cuiabá

Cerimônia de Casamento Religioso do Primeiro Presidente ocorreu em Cuiabá no mês de Abril

Cerimônia de Casamento Religioso do Primeiro Presidente ocorreu em Cuiabá no mês de Abril

A cerimônia religiosa de casamento entre Deodoro da Fonseca e Mariana Cecília de Souza Meirelles foi realizada na Paróquia da Sé do Senhor Bom Jesus de Cuiabá.

Ele  era de Lagoa do Sul-AL e dona Mariana Cecília, de Barra Mansa-RJ. Conheceram-se em 1860 em Cuiabá, para onde a família de Mariana tinha se mudado.

Um acontecimento político e social que ocorreu em Cuiabá em 16 de abril de 1860 e que merece destaque no mês foi o casamento do então capitão Manoel Deodoro da Fonseca, que mais tarde, como marechal, proclamou a República do Brasil em 15 de Novembro de 1889, tornando-se o primeiro presidente provisório e republicano.

A cerimônia religiosa de casamento entre Deodoro da Fonseca e Mariana Cecília de Souza Meirelles foi realizada na Paróquia da Sé do Senhor Bom Jesus de Cuiabá. Ele tinha 33 anos e ela, 34. Ele  era de Lagoa do Sul-AL e dona Mariana Cecília, de Barra Mansa-RJ. Conheceram-se em 1860 em Cuiabá, para onde a família de Mariana tinha se mudado. Depois de poucos meses de namoro, casaram-se. Eram conhecidos pelos apelidos de Maneco e Marianinha.

Entre as autoridades presentes à cerimônia de casamento do casal destacam-se: o presidente da Província de Mato Grosso, Antônio Pedro de Alencastro, e o bispo diocesano dom José Antonio dos Reis, entre outras. O casamento foi celebrado 29 anos antes do Brasil tornar-se República.

Após o casamento, Deodoro da Fonseca passou a servir como ajudante de ordem de seo Alencastro, então presidente da Província. Dois anos depois, Maneco e Marianinha foram morar no Rio de Janeiro.

Em 1864, com a Guerra do Paraguai, Deodoro da Fonseca e mais sete irmãos foram defender o Brasil contra as tropas de Francisco Solano Lopes, mas a esposa ficou morando com as sete cunhadas.

O marechal morreu em 1892 e Mariana, em 1905, ambos em Barra Mansa. O Diário de Cuiabá já prestou singela homenagem à dona Mariana com a manchete estampada com o título: Cuiabana foi a primeiríssima-dama do Brasil.

    Compartilhe

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Cerimônia de Casamento Religioso do Primeiro Presidente ocorreu em Cuiabá no mês de Abril

Enviando Comentário Fechar :/