Assine e receba a edição em casa

Vídeo Institucional

Cuiabá, Setembro de 2019

Expediente Login
Almanaque Cuiabá

Apelidos de ícones folclóricos

Apelidos de ícones folclóricos

Como o cuiabano não fica sem dar apelido à ninguém, alguns personagens da cidade ficaram conhecidos mais por suas alcunhas do que pelo nome da Certidão de Nascimento. Veja abaixo alguns deles:

Tufica : Costumava contar histórias as crianças que dirigiam-se ao cine teatro Cuiabá, onde era sempre encontrado, estendendo o seu chapéu objetivando pequenas contribuições financeiras.

Michidinha : fanático torcedor do Dom Bosco que ia aos jogos com as cores do clube, detalhes azul e branco no vestuário e costumava requebrar ao escutar o seu apelido. 

Juvenal Capador: figura popular que quando chamado pelo apelido, se irritava e ameaçava as pessoas.

Plínio Rait: simpático garçom que trajava-se impecavelmente e costumava cumprimentar as pessoas com a expressão “ all rait “ .

João Cuíca: ator principal das peças dirigidas pelo Pe. Pombo no colégio dos padres ( São Gonçalo ) e durante a sua vida sempre festejou o seu tradicional “ São João de João Cuíca “.

Maria perna grossa: famosa cartomante e benzedeira que tinha esse apelido por sofrer de elefantíase.

Chico Alicate: Lunático que criou uma mulher fantasia em seu consciente de nome “Lourdes “ e costumava se deslocar para qualquer ponto da cidade quando recebia informações de que “Lourdes ” encontrava-se em determinado local.

Guaporé: figura popular de pequena estatura que era sempre encontrado sentado à porta da antiga agência do banco do Brasil com um cigarro a boca (palheiro), era guarda noturno do antigo hotel Pércora e costumava informar as moças sobre os aviadores viajantes que chegava a cidade.

    Compartilhe

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Apelidos de ícones folclóricos

Enviando Comentário Fechar :/